Saiba como ter uma colaboração eficaz trabalhando com micro influenciadores

É indiscutível que o marketing de influência é uma estratégia com retorno garantido para as marcas, mas a colaboração dos influenciadores pode ser mais dinâmica e trazer resultados ainda maiores.

Você já sabe que investir em influenciadores digitais pode ser uma ótima estratégia para o marketing das empresas. No entanto, com o crescimento ininterrupto do setor, é necessário que se tenha uma melhor compreensão da atitude dos consumidores e no comportamento dos influenciadores. Como garantir que uma empresa está apostando no influenciador correto?

Diferente do que era feito até pouco tempo atrás na publicidade para TV, não se trata apenas da popularidade que aquela pessoa ou canal tem. O grande ponto é que quando se escolhe um influenciador, ele deve ter sinergia com a marca e o produto, muitas vezes, já faz parte do cotidiano dele de forma real e natural. Cada vez mais, os consumidores se sentem “amigos íntimos” dos influenciadores, algo que vem sendo muito explorado pelas empresas que desejam expandir sua marca diante do público.

Os influenciadores possuem muita credibilidade porque são autênticos e realmente acreditam no que estão comunicando aos seus seguidores. Logo, é preciso trabalhar com pessoas que sejam admiradores da sua marca para gerar uma boa impressão com o público. Por isso, que os micro influenciadores ganham cada vez mais espaço no mercado.

Existe uma correlação direta entre micro influenciadores e taxas mais altas de engajamento, o que significa um impacto maior mesmo com menos seguidores. A taxa de engajamento pode chegar a ser 60% maior com o uso de micro influenciadores. Quanto menos fãs, mais genuína é a relação entre o influencer e seu público.

No entanto, é preciso um planejamento transparente entre os micro influenciadores e a empresa, para que haja uma colaboração mais eficaz e assertiva. Para isso, existem algumas soluções que podem ajudar a intensificar a produção de conteúdo de qualidade, sem perder o foco no crescimento da marca.

Como o trabalho com os micro influenciadores pode ser ainda melhor?

Primeiramente, os princípios e valores da empresa devem estar alinhados com aquilo que o influenciador acredita de verdade. Vale mais investir em um influenciador reconhecido pelo segmento no qual a empresa pertence, do que contratar uma pessoa somente pelo número de seguidores que possui. Por isso, a escolha do micro influenciador certo é essencial para a empresa, uma vez que o público-alvo do produto ou serviço é o foco principal.

Separamos algumas dicas para que os micro influenciadores realizem uma colaboração ainda mais eficaz para a marca:

1. Analise o engajamento do seu influenciador

Estudos revelam que 79% das marcas tratam o engajamento com público como o principal fator em uma parceria com influenciadores. Construir engajamento leva tempo e dedicação. É por isso que o ideal é que a marca tenha uma base maior de micro influenciadores. Não apenas para alcançar um público mais amplo, mas também para garantir que a mensagem consiga o impulso ideal. Assim, é possível testar qual influenciador interage melhor com os seguidores e com quem o público sente mais afinidade.

2. Ser espontâneo é essencial

Para que a colaboração do micro influenciador tenha mais credibilidade e resultado é importante priorizar a naturalidade. As postagens devem ter um estilo “gente como a gente”, sem elogios forçados ou com jeito de post patrocinado. Os textos das postagens devem ser leves, dinâmicos, com a linguagem do público-alvo e, acima de tudo, mostrando como aquele produto impacta positivamente no dia a dia daquele influenciador.

3. Um grande número de visualizações não significa engajamento

Outro mito que deve ser esquecido para as empresas que vão utilizar os influenciadores de maneira eficaz é que nem sempre um número grande de visualizações representa o sucesso daquela publicação. Se o conteúdo da marca não for pertinente ao público dele, provavelmente não será visto até o final. É importante lembrar que a intenção principal é a de que o público compartilhe, interaja e converse com o influenciador e não somente visualize o que é publicado. É preciso um retorno qualitativo.

4. Estimule o lado criativo dos influenciadores

Uma das melhores coisas de se trabalhar com micro influenciadores é que eles são criadores e criativos por si só. Por isso, plataformas digitais como o Louder, desenvolvem projetos que incentivam publicações originais desses influenciadores. Estimular a criação de conteúdo de qualidade mantém o ímpeto da estratégia de marketing da marca e garante que o público permanecerá conectado durante e além da campanha.

A ideia é que as postagens possam ir além das redes sociais e que incorporem eventos e experiências off-line também. Assim, a empresa não vai apenas maximizar sua estratégia de mídia paga, mas também impulsionar o valor médio da mídia espontânea. Os micro influenciadores vão dividir essas experiências vividas com os seus seguidores, obtendo um retorno espontâneo.

5. Confie no que os influenciadores publicam sobre a marca

Ao trabalhar com micro influenciadores, a empresa se torna parte do ecossistema deles e não o contrário. É necessário que se tenha confiança e que a marca esteja aberta para uma perspectiva diferente nas postagens cotidianas. O Louder desenvolveu uma plataforma online que consegue acompanhar cada publicação e stories que os influenciadores fazem, para que a qualidade e planejamento sejam ainda mais eficazes, mas sem perder a originalidade.

Com um sistema de análise das publicações e com a figura do concierge — profissional responsável por intermediar o relacionamento entre o micro influenciador e a marca -, o Louder consegue definir os melhores posts e medir qual deles obteve mais retorno para a empresa. Porém, o mais importante é que a naturalidade não seja prejudicada, porque o público percebe de imediato. Quanto mais o influenciador fazer postagens de modo natural, mais envolvido o público fica.

6. Saiba qual é a plataforma que o seu público utiliza

Outro ponto fundamental é a plataforma em que o influenciador vai conversar com seus seguidores. Atualmente, 80% dos micro influenciadores usam o Instagram para produção de conteúdo. Por meio de um post para seus seguidores, relatando uma experiência com algum produto ou serviço, o influenciador estará participando ativamente das escolhas de um grupo de pessoas de forma rápida e natural.

Para entender melhor sobre esse tema acesse www.mylouder.com